Pesquisar
Close this search box.

Melhor violão profissional: Os 8 melhores em 2024

Saiba como escolher um violão profissional e confira os 8 melhores modelos do mercado. Veja, também, o que os diferencia de um violão comum.
Melhor violão profissional

Que o violão é um dos instrumentos mais populares e versáteis da música, você já está cansado de saber… Mas se você já é – ou quer ser – um músico profissional, que tipo de violão é o ideal pra você?

Os músicos profissionais geralmente procuram instrumentos com materiais de alta qualidade, que costumam ser mais caros do que os violões usados pela rapaziada que só quer levar um som despretensioso numa roda de amigos. 

Aqui o que você vai ler neste artigo:

Acho que podemos começar este post, antes mesmo de listarmos os melhores violões profissionais, respondendo a pergunta: o que é um violão profissional? Então, vamos lá…

O que é um violão profissional?

Então… um violão de nível profissional tem que atender aos requisitos e exigências de músicos profissionais, que precisam de um instrumento que soe bem, seja confortável, tenha uma boa aparência e um desempenho impecável em diferentes situações.

Assim, as três principais áreas em que o violão profissional precisa se destacar são: desempenho, construção e confiabilidade.

Desempenho

A capacidade de um instrumento de soar com perfeição está no centro do que é ser um violão profissional. Proporcionar uma boa performance inclui um ótimo som, aparência adequada e tocabilidade impecável.

O som do violão tem que inspirar você a estar sempre praticando. E isso acontece mais facilmente quando você acha o instrumento adequado.  Um violão profissional deve soar divinamente quando desplugado, mas é com o som plugado que deve se tomar o maior cuidado – é a tal da hora da verdade. O instrumento não só precisa falar com clareza, mas também precisa estar livre de zumbidos e ter uma entonação perfeita para que o som seja agradável aos ouvidos do público.

A sensação ao tocar um violão é subjetiva (a maioria das coisas sobre instrumentos em geral são). Mas os violões de nível profissional, de certa forma, reduzem essa subjetividade, pois ao serem cuidadosamente fabricados, são projetados para serem adequados para uma ampla variedade de músicos. O braço apresenta o tamanho adequado para manter a mão relaxada e ao mesmo tempo facilitar as técnicas avançadas. O corpo do violão é confortável para tocar sentado ou em pé, sem deixar a desejar na ressonância.

E, também, o violão tem que ser bonito. A princípio, preocupar-se com a aparência de um violão pode parecer menos importante. Mas garantimos que não.

Sua primeira impressão com qualquer instrumento quase sempre será visual. Um violão profissional chama a atenção e convida você a retirá-lo do case assim que o vir.

Em tempo: A necessidade do violão ter boa aparência não pressupõe ele ser novo. Um instrumento vintage e surrado pode ter uma aparência incrível (e um som de primeiríssima).

Construção

A construção é onde as estradas se encontram. Ela se refere à habilidade e à arte de quem constrói o violão. O fabricante – e sua equipe de luthiers – faz inúmeras escolhas ao longo do projeto de criação do instrumento, decisões essas que vão definir suas características sonoras e sua qualidade.

Materiais utilizados

Os materiais usados na construção do violão são a essência do que o instrumento se tornará, especialmente as madeiras. Cada tipo traz suas características diferentes para o instrumento e ainda pode haver combinação de diferentes madeiras – e normalmente é o que acontece. Por exemplo, o tipo e a qualidade da madeira utilizada para o tampo, fundo, laterais e braço do violão afetam seu timbre, ressonância, estabilidade e aparência. Algumas madeiras comuns utilizadas para violões são abeto, mogno, jacarandá, bordo, cedro e koa.

Acabamento

O acabamento é a maneira mais fácil de identificar um violão profissional. Ele se refere a quão bem as partes do violão são montadas e polidas. Um violão bem feito não deve ter lacunas, rachaduras ou bordas ásperas. Os trastes devem ser nivelados e lisos, o nut e o rastilho devem ser cortados e lixados corretamente, e o verniz deve ser uniforme e brilhante. Um bom acabamento não só melhora a aparência e a sensação do violão, mas também sua tocabilidade e durabilidade.

Sonoridade

Todos os elementos acima afetam a maneira como seu violão vai “falar”. O som do instrumento vai se moldando conforme todos os fatores vão sendo adicionados: o formato e o tamanho do corpo, o padrão e a espessura dos suportes internos (bracing), o material e a posição da ponte, etc. A sonoridade é o que dá a cada violão sua personalidade e expressão únicas. Ela pode variar de quente e suave a brilhante e nítida, de alto e poderoso a suave e delicado.

Confiabilidade

O ideal é você encontrar um violão que funcione exatamente como você gosta e depois deste primeiro passo você, vai querer que ele te acompanhe por muito tempo.

Os fabricantes de violão de alto nível são obcecados com a confiabilidade e durabilidade de seus instrumentos. E cá entre nós, eles têm que ser. A concorrência é bastante acirrada quando se trabalha em alto nível e são os detalhes que fazem a diferença para um músico mais exigente.

Os violões usados no palco e em gravações devem ser duráveis, confortáveis e com componentes eletrônicos confiáveis. Devem ter uma configuração impecável e manter a afinação sempre sob controle.

Para alcançar esse nível de exigência, as marcas que produzem os melhores violões profissionais devem seguir um processo de produção rigoroso, além de contar com um time de luthiers de alta experiência.

A lista dos melhores violões profissionais

Agora que você já sabe o que é um violão profissional, dá uma olhada nessas belezuras que a gente escolheu para compor a lista dos melhores violões profissionais:

Di Giorgio Talent 2 TL2

O violão Di Giorgio Talent 2 é um modelo eletroacústico de cordas de nylon, com formato flat/slim e com um cutaway na parte inferior do corpo. Ele oferece um som equilibrado e com ótima projeção. 

Com um tampo sólido em spruce canadense, um corpo e uma escala em ébano da Índia e um braço em mogno, esse violão tem uma sonoridade clara e harmônica, com agudos marcantes e boa ressonância e sustentação. 

Além disso, ele conta com um equalizador ativo de 5 bandas com afinador digital integrado, que permite ajustar o volume, o timbre e a frequência média do som amplificado. O violão Di Giorgio Talent 2 tem um acabamento brilhante na cor natural, que realça a beleza da madeira, e tarraxas cromadas, que garantem uma afinação precisa e estável. 

Esse violão tem uma qualidade superior e é excelente para tocar principalmente MPB, Bossa Nova e Choro. O violão Di Giorgio Talent 2 pode ser encontrado por cerca de R$ 2.200,00.

Violão Takamine GC1CE

O Violão Takamine GC1CE é um modelo eletroacústico de cordas de nylon, com estilo clássico e cutaway, que oferece um som rico e definido, com ótima projeção e equilíbrio.

Com um tampo laminado em spruce, um fundo e laterais em mogno e uma escala em laurel, esse violão tem uma sonoridade clara e harmônica, com boa ressonância e sustentação. Além disso, ele conta com um pré-amplificador Takamine TP4T integrado, que permite ajustar o volume, o timbre e a frequência média do som amplificado, além de ter um afinador cromático embutido. 

O GC1CE tem um acabamento brilhante na cor natural, que realça a beleza da madeira, e tarraxas cromadas, que garantem uma afinação precisa e estável.

O Violão Takamine GC1CE se adequa mais a estilos musicais que utilizam o violão clássico, como a música erudita, o flamenco, o choro e a bossa nova. Ele pode ser encontrado por cerca de R$ 2.700,00.

Em tempo: Se quiser conhecer mais sobre os violões da Takamine, temos um artigo focado na marca.

Violão Fender CD-60-S

O Violão Fender CD-60-S é um modelo acústico de cordas de aço, com estilo dreadnought ou folk, que oferece um som potente e encorpado. 

Com um tampo maciço em mogno, um fundo e laterais em mogno laminado e uma escala em walnut, esse violão tem uma sonoridade quente e harmônica, com ótima ressonância e sustentação. 

Além disso, ele tem um acabamento brilhante que destaca a beleza da madeira, e tarraxas cromadas, que garantem uma afinação precisa e estável. 

O Violão Fender CD-60-S tem uma tocabilidade confortável e fácil, graças ao seu braço em mogno com perfil slim e ao seu nut de 43mm de largura. 

O Violão Fender CD-60-S se adequa mais a estilos musicais que utilizam o violão folk, como o rock, o blues, o country e o folk. Porém, ele também pode ser usado em outros gêneros que combinam com o som forte e expressivo das cordas de aço, como o pop e o reggae. Pra adquirir um exemplar desses, você paga algo em torno de R$ 3.500,00.

Yamaha SLG200S Silent

O Violão Yamaha SLG200S é um modelo eletroacústico de cordas de aço com corpo vazado. Essa viola estilosa é silenciosa quando desplugada,mas oferece um som potente e encorpado, com ótima projeção e equilíbrio quando ligada a um amplificador. É surpreendente!

O corpo desse instrumento é apenas contorno vazado com bloco central em maple, o que a primeira vita pode parecer estranho, mas esse violão tem uma sonoridade forte e harmônica, com boa ressonância e sustentação. Além disso, ele conta com um sistema SRT (Studio Response Technology) integrado, que simula o som de um violão gravado em um estúdio profissional com um microfone de alta qualidade. 

O Violão Yamaha SLG200S tem uma tocabilidade confortável e fácil, graças ao seu braço em mogno com perfil fino. Esse violão é uma ótima opção para quem busca um instrumento com um visual diferente e que não “apite” em apresentações ao vivo. 

O SLG200S se adequa mais a estilos musicais que utilizam o violão de nylon e muito visto sendo usado por artistas de MPB e da música Pop. Esse violão profissional pode ser encontrado por cerca de R$ 5.700,00.

Fender Acoustasonic Player Telecaster

O Fender Acoustasonic Player Telecaster é um violão eletroacústico de cordas de aço com um pacote de eletrônica avançado. Esse instrumento tem um estilo híbrido (mistura de guitarra com violão) e inovador, que oferece um som versátil e criativo, com ótima projeção e equilíbrio. Com um corpo totalmente oco em mogno, um tampo em spruce e uma escala em rosewood, esse instrumento tem uma sonoridade rica e definida, com boa ressonância e sustentação. 

Além disso, ela conta com dois sistemas de captação: um Fender Acoustasonic Noiseless no braço e um Fishman Under-Saddle Transducer na ponte. Com o auxílio de um knob de blend, é possível fazer diferentes combinações e criar uma gama ilimitada de sons. 

O Fender Acoustasonic Player Telecaster tem um acabamento brilhante que destaca a beleza da madeira, e tarraxas cromadas, que garantem uma afinação precisa e estável.

Esse instrumento é uma ótima opção para quem busca versatilidade e praticidade, pois tem uma qualidade superior e um design compacto e leve. Esse violão profissional se adequa a diversos estilos musicais, desde o rock ao folk, passando pelo blues e pelo pop. Você consegue levar um desses pra casa por cerca de R$ 10.000,00.

Violão Taylor 214ce-N

O violão Taylor 214ce-N é um modelo eletroacústico de cordas de nylon, com formato grand auditorium e cutaway veneziano. Ele oferece um som versátil e acaba sendo um baita amigo da criatividade do músico, com ótima projeção e equilíbrio. 

Com um corpo em rosewood laminado, um tampo sólido em sitka spruce e uma escala em ébano, esse violão tem uma sonoridade rica e definida, com agudos marcantes e boa ressonância e sustentação. Além disso, ele conta com um sistema de expressão eletrônica ES-N integrado, que funciona como um microfone para produzir um sinal puro e um som acústico quente e natural. Ou seja, ele amplifica o som do violão mantendo a sonoridade acústica dele. 

O violão Taylor 214ce-N tem um braço em sapele com perfil fino e um nut de 42.8mm de largura, que facilitam a tocabilidade e o conforto. Soma-se ao perfil do braço uma ação baixa que é pura satisfação tocar nesse violão. O som é “animal” plugado ou não plugado.

Esse instrumento é uma ótima opção para quem busca um instrumento versátil e prático, pois tem uma qualidade superior e um design compacto e leve. O preço não é muito amigo do bolso, mas – pra quem pode – vale cada centavo. Esse violão profissional pode ser encontrado por cerca de R$ 17.000.

Violão profissional bom e barato

Violões profissionais, normalmente, têm o preço mais elevado do que violões comuns. Mas isso não quer dizer que não existam ótimas pechinchas por aí. Aqui embaixo selecionamos alguns violões profissionais que podemos chamar de bons e baratos.

Obviamente não serão preços de violão de entrada, mas se você está buscando um violão profissional e não quer ir à falência, essas opções vão cair como uma luva. Se liga:

Strinberg Sd200c

O Violão Strinberg Sd200c é um modelo eletroacústico de cordas de aço, com estilo folk com cutaway, que oferece um som limpo e agradável, com ótima projeção e equilíbrio. Com um tampo em sapele, um fundo e laterais em sapele e uma escala em rosewood, esse violão tem uma sonoridade forte e harmônica, com boa ressonância e sustentação. 

Além disso, ele conta com um pré-amplificador SE-50 integrado, que permite ajustar o volume, o timbre e a frequência média do som amplificado, além de ter um afinador cromático embutido. O Violão Strinberg Sd200c tem um acabamento fosco na cor tobacco satin, que destaca a beleza da madeira, e tarraxas blindadas cromadas, que garantem uma afinação precisa e estável. 

Esse violão é uma ótima opção para quem busca um instrumento versátil e prático, pois tem uma qualidade superior e um preço acessível. O Violão Strinberg Sd200c se adequa mais a estilos musicais que utilizam o violão folk, como o rock, o blues, o country e o folk. 

Porém, ele também pode ser usado em outros gêneros que combinam com o som forte e expressivo das cordas de aço, como o pop, o reggae e o samba. O Violão Strinberg Sd200c pode ser encontrado por cerca de R$ 950.

Violão Yamaha CX40 II

O Violão Yamaha CX40 II é um modelo clássico eletroacústico de cordas de nylon, ideal para quem busca um instrumento de alta qualidade e versatilidade. 

Com madeiras excelentes e uma construção cuidadosa, esse violão oferece um som rico e equilibrado, com ótima projeção acústica. Além disso, ele conta com um captador integrado com pré-amplificador passivo, que permite ajustar o volume e o timbre do som plugado. 

O Violão Yamaha CX40 II tem um acabamento brilhante na cor natural, que realça a beleza da madeira, e tarraxas douradas, que conferem um toque de elegância ao instrumento.

Esse violão profissional se adequa mais a estilos musicais que utilizam o violão clássico, como a música erudita, o flamenco, o choro e a bossa nova. Porém, ele também pode ser usado em outros gêneros que combinam com o som suave e delicado das cordas de nylon, como o folk, o pop e o sertanejo. 

O CX40 II tem a vantagem de ser eletroacústico, ou seja, pode ser conectado a um amplificador ou a uma mesa de som, permitindo uma maior variedade de timbres e efeitos sonoros. Ele tem uma tocabilidade confortável e um preço honesto. O Violão Yamaha CX40 II pode ser encontrado por cerca de R$ 1.100,00.

Violão profissional com melhor custo-benefício

Quando a expressão custo-benefício é citada, a questão do custo sempre tem o seu destaque. Me parece que é algo mais voltado a encontrar um violão menos custoso mas que entregue o máximo que se pode esperar de um violão, no caso dos que estamos avaliando aqui, os violões de nível profissional.

Tendo isso em vista –  e levando em consideração os fatores mais relevantes para a escolha de um violão profissional com excelente relação custo-benefício como a qualidade do som, a durabilidade, o conforto, o design e, claro, o preço – fizemos o dever de casa para ajudar você a encontrar um violão que atenda a todos esses requisitos e que caiba no seu bolso. 

Uma das marcas que se destaca nesse aspecto é a Strinberg, que oferece violões de alta qualidade e bom custo-benefício. A linha Black da Strinberg é um exemplo disso, pois possui violões com madeira maciça, captadores Fishman, afinador embutido e acabamento impecável. Esses violões são ideais para quem busca um som equilibrado, potente e versátil. Além disso, eles têm um design moderno e elegante, que combina com qualquer estilo musical. Você pode conferir mais sobre os violões Strinberg no artigo que escrevemos quando analisamos os instrumentos da marca.

Tipos de violão profissional

Tem muita gente que acha que só existem dois tipos de violão os de aço e os de nylon, mas a real é que mesmo esses têm diversas “ramificações” que estão normalmente ligados ao tipo de corpo e tipo de corda que usam. Entre os diferentes tipos de violão, os mais comuns de ver nas mãos dos profissionais são:

  • Violão clássico: É o tipo mais comum e popular de violão, com cordas de nylon e um som suave e acústico. É ideal para iniciantes e para tocar estilos como bossa nova, samba e MPB. Alguns artistas que usam esse violão são João Gilberto, Caetano Veloso e Djavan.
  • Violão folk: É um tipo de violão com o corpo maior e mais acinturado, ele também é chamado de dreadnought. Tem cordas de aço e um som mais encorpado e potente. Pode ser elétrico ou eletroacústico, e é indicado para tocar estilos como rock, pop e country. Alguns artistas que usam esse violão são Bob Dylan, Taylor Swift e Nando Reis.
  • Violão grand auditorium: É um tipo de violão com o corpo intermediário entre o folk e o clássico, com cordas de aço e um som equilibrado e versátil. Pode ser elétrico ou eletroacústico, e é indicado para tocar diversos estilos musicais – muito comum de ser visto nos braços de artistas de rock e pop. Alguns músicos que usam esse violão são Eric Clapton, James Taylor e John Mayer.
  • Violão vazado: É um tipo de violão que tem não tem corpo. Estranho né? Mas é isso mesmo, eles só tem madeira na parte central como se fosse uma extensão do braço. Eles funcionam somente plugados, mas emitem um elo som. Não é à toa que podemos ver músicos como Gilberto Gil e Lenine usando esse tipo de violão

Marcas mais usadas por profissionais

Cada artista tem sua preferência quando o assunto é marca de violão. Seja por escolha própria ou por questões de patrocínio ou endorse, as marcas mais comuns de ver os músicos profissionais usando são:

  • Di Giorgio: É uma marca brasileira que existe desde 1908 e é famosa por seus violões clássicos de alta qualidade. Alguns artistas que usam essa marca são Toquinho, Tom Jobim e Chico Buarque.
  • Takamine: É uma marca japonesa que existe desde 1962 e é especializada em violões eletroacústicos. Alguns artistas que usam essa marca são Jon Bon Jovi, Garth Brooks e Bruno Mars.
  • Fender: É uma marca americana que existe desde 1946 e é conhecida por seus violões folk e elétricos. Alguns artistas que já usaram essa marca são Johnny Cash e Elvis Presley.
  • Yamaha: É uma marca japonesa que existe desde 1887 e é uma das maiores fabricantes de instrumentos musicais do mundo. Alguns artistas que usam essa marca são Joe Bonamassa e Keb Mo.
  • Taylor: É uma marca americana que existe desde 1974 e é reconhecida por seus violões de alta qualidade e inovação. Alguns artistas que usam essa marca são Taylor Swift, Dave Matthews e Jason Mraz.
  • Martin & Co: É uma marca americana que existe desde 1833 e é considerada uma das mais tradicionais e prestigiadas do mundo. Alguns artistas que usam essa marca são John Mayer, Bob Dylan, Eric Clapton e Paul McCartney.
  • Strinberg: É uma marca brasileira que existe desde 1993 e é conhecida por seus violões com bom custo-benefício. Alguns artistas que usam essa marca são Nando Reis, Ana Carolina e Luan Santana.

Perguntas frequentes sobre o violão profissional

Quanto custa um violão profissional?

Para um violão ser considerado profissional ele tem que atender a algumas exigências como ter um construção bem feita, um baita som, excelente tocabilidade e uma aparência impecável. Um violão com esses quesitos pode ser encontrado numa faixa de R$1.000 a R$ 17.000.

Qual o melhor violão Profissional?

Se formos levar em consideração o número de artistas que usam determinada marca, podemos citar os violões da Taylor e da Martin & Co. como os melhores violões profissionais. Se o quesito for custo-benefício, ficamos com a japonesa Yamaha e a brasileira Strinberg.

Antes de terminar…

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a conhecer um pouco mais sobre os diferentes tipos e marcas de violão profissional. Como você pode ver, existem muitas opções para escolher, e cada uma tem suas vantagens e desvantagens (caso ainda fique na dúvida, acesse seu orçamento e escolha um da nossa lista que caiba dentro desse montante). O importante é que você encontre o violão que mais se adapte ao seu estilo musical, ao seu nível de habilidade e ao seu orçamento. Lembre-se de que o melhor violão é aquele que te faz feliz e que te inspira a tocar cada vez mais e melhor. Boa sorte e bom som!

Posts relacionados

Deixe um comentário