Pesquisar
Close this search box.

Saiba qual violão comprar: O guia definitivo em 2024

Seja você um iniciante ou músico experiente, existem violões para todos os gostos. Descubra qual violão comprar e encontre um que combine com seus objetivos musicais.
Qual violão comprar

Você foi “fisgado” pela vontade de adquirir um instrumento novo mas não sabe qual violão comprar? Isso é bem normal. Afinal em cada loja ou site de instrumentos existem centenas de exemplares de todos os tamanhos, formas e cores.

Às vezes, você realmente quer levar uma belezura para casa, mas não tem muita ideia do que está procurando… Ou até tem uma ideia mas quer se certificar de que está fazendo a opção certa… Fique tranquilo! O Resenha Sonora está aqui para ajudar.

A compra de um violão pode ser encarada como um investimento, então você deve mesmo fazer uma pesquisa antes de tomar a decisão final. 

Há uma variedade de fatores que determinam por que um violão soa e tem uma tocabilidade diferente de outro. Entender esses fatores é fundamental para decidir qual violão você deve comprar. Mas esse detalhamento mais técnico pode e deve estar alinhado com suas intenções com o instrumento e seu orçamento.

Nosso objetivo neste artigo é enumerar e explicar de forma fluida os principais fatores a serem levados em consideração e ajudar na sua escolha. E para facilitar de verdade, vamos listar alguns violões para que você não precise olhar em nenhum outro lugar. 

Abaixo segue o que você vai ler para chegar a sua conclusão:

Defina seu objetivo com o violão

Antes mesmo de pensar nas marcas e tipos de violão, é importante você saber para quê vai usar o violão.

Para chegar à conclusão de qual violão comprar, antes você precisa saber o que está procurando, o tipo de música que você quer tocar, os recursos que você quer que seu violão tenha… e por aí vai.

É importante considerar quanta experiência você tem com o violão porque isso ajudará a determinar se vale investir menos ou mais em um instrumento. 

Um iniciante pode esperar fazer um upgrade em algum momento e não tem muita necessidade de adquirir um violão top de linha a um preço alto logo de cara, pois além de não ser necessário, o aspirante a violonista ainda não consegue diferenciar aspectos sutis que tornam um instrumento de ponta melhor do que um violão bom e barato

Se você é mais experiente com o violão e busca um violão profissional, a barra de qualidade fica bem mais alta e a busca pelo instrumento ideal vai apontar para o topo da cadeia dos instrumentos disponíveis.

Independente do seu nível, você deve procurar um violão que soe bem, tenha uma excelente tocabilidade e que fique confortável no seu colo.

Considere seu orçamento

Depois de definir seus objetivos com o instrumento, a próxima pergunta a se fazer é: quanto eu quero gastar?

Embora existam violões excelentes em qualquer faixa de preço, o fato é que você recebe o que paga. Então,você precisa ser capaz de tomar uma decisão baseada em informações.

Mesmo que você esteja buscando um violão para iniciantes e apenas queira algo para tocar informalmente no seu quarto ou na casa de amigos, o ideal é você não gastar menos de R$ 350. Qualquer instrumento mais barato quase certamente será um violão que não soará bem e terá aquela aparência de ser – quase – um instrumento de brinquedo.

Se você está particularmente preocupado com o orçamento, aqui estão algumas sugestões amigáveis. Abra mão de  acessórios caros – digamos, correias de couro feitas à mão ou itens muito úteis mas que não precisam ser caros, como um afinador de violão. Em vez disso, coloque a maior fatia do seu orçamento no melhor violão que puder e foque nos  acessórios para violão essenciais e de melhor relação custo-benefício.

Se o orçamento não for um problema pra você, procure instrumentos de ponta, de marcas renomadas e com alta durabilidade. Para adquirir um violão de primeira linha, você pode gastar, facilmente,  mais de R$ 3.000. Mas tenha em mente que a compra de um violão nessa faixa é de fato um investimento e esse instrumento pode acompanhar sua jornada musical pela vida toda, se for bem cuidado.

Dica: periodicamente, para aumentar a vida útil do seu instrumento, procure os serviços de um luthier.

Qualquer valor muito acima dessa faixa acima e você estará entrando em um território altamente especializado de violões feitos por encomenda – o que pode representar uma zona de perigo também, porque se você der o azar de comprar um violão ruim por esse dinheiro, nada atenuará aquela sensação de decepção.

Resumindo: Encontre o valor máximo que você pode se permitir investir e trabalhe a partir daí. Tente não gastar menos de R$ 350!

Mais abaixo vamos listar as melhores opções pra quem está em dúvida de qual violão comprar. Então, continue com a gente!

Escolha o tipo de corda

Para escolher qual violão comprar, você deve se atentar aos tipos de corda. Existem violões com cordas de aço e violões com cordas de nylon, e eles podem parecer semelhantes à primeira vista, mas existem algumas diferenças cruciais entre eles. 

As cordas de nylon produzem um som mais suave e são usadas com mais frequência em músicas clássicas, MPB, Bossa Nova e Choro. Os violões com esse tipo de corda também têm um braço mais largo e curto, para fornecer mais espaço entre as cordas. 

Os violões com cordas de aço oferecem mais volume e potência com um som mais nítido e cortante e são usados mais comumente em rock, country e pop em geral.

Como as cordas de aço estão sob uma maior tensão do que as cordas de nylon, elas precisam de mais força para pressioná-las e mantê-las soando adequadamente, o que pode causar um pouco mais de desconforto ao tocar para quem ainda não está acostumado.. 

Embora as cordas de nylon sejam mais suaves para os dedos do que as cordas de aço (e por isso muitas vezes indicadas como as melhores para iniciantes), é importante dizer que essas cordas não são intercambiáveis no mesmo violão. Ou seja, não é indicado colocar cordas de aço num violão de nylon e vice-versa.

A escolha entre um violão de cordas de nylon e de cordas de aço deve ser menos sobre como eles fazem seus dedos se sentirem e mais sobre o estilo de música que você gostaria de tocar. 

Como quase tudo em música tem uma pitada de subjetividade, para eliminar esse fator e facilitar sua escolha, decida o estilo de música que você tem preferência e opte pelo tipo de corda a partir daí.

Conheça os tipos de violão

Além dos tipos de corda, existem diferentes formatos de corpo de violão que vão fazer diferença na maneira que seu violão soa. Para ajudar na escolha de qual violão comprar, vamos citar como é a sonoridade dos principais tipos de corpo e alguns artistas que utilizam cada um desses modelos.

Clássico

O violão clássico é o mais popular aqui no Brasil. Quando se pensa em violão, provavelmente é um desses que vêm à cabeça. O violão clássico tem o corpo mais compacto (quando comparado a alguns aqui debaixo) e as cordas são de nylon, por isso tem um som e um toque mais suaves.

Ele é perfeito para dedilhados na Bossa Nova e na música clássica, assim como levadas na MPB. É bem comum ver artistas como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque e Lenine empunhando um desses.

Folk ou Dreadnought

O violão Folk – ou Dreadnought – foi inventado em 1916 para ser tocado em big bands e orquestras sem precisar de amplificação. Isso é possível graças ao seu corpo ser grande, ter uma cintura mais larga e ombros quadrados. Somando-se ao formato e tamanho do corpo, as cordas do Folk são de aço, fazendo esse violão ter um som alto e bem equilibrado. Ele emite graves robustos, médios encorpados e agudos brilhantes – resultando numa sonoridade com muita clareza.

Os Dreadnought são normalmente ouvidos em músicas country, rock e pop. Esse é um violão excelente para solos, dedilhados e levadas. É possível ver artistas como Eric Clapton, Paul McCartney, Kurt Cobain, Bruno Mars, Jon Bon Jovi e Johnny Cash tocando esses violões.

Jumbo

Os Jumbo são conhecidos por terem o maior corpo entre os violões. Essa caixa ressonante enorme permite maior circulação de ar dentro dele. Isso exige mais energia para extrair o som desse violão, mas também significa que mais energia sai dele.

Um Jumbo tem um corpo “gigante” com formas arredondadas e uma cintura estreita, o formato do corpo foi pensado para unir potência sonora e clareza das notas.

O Jumbo não é o mais indicado para dedilhados ou para músicos com uma abordagem suave, mas é o melhor violão para levadas. Grandes canções folk, country e pop soam incríveis quando tocadas num Jumbo. Não é à toa que artistas como Noel Gallagher, Elvis Presley, Bob Dylan e Cat Stevens adotaram o modelo em suas gravações e apresentações.

Em tempo: Existem outros formatos de corpo que podem ser alternativas a esses 3 acima. Leia nosso artigo sobre tipos de violão para saber mais sobre os demais modelos.

Para decidir qual violão comprar, vá eliminando os estilos musicais que não combinam com você. Se mesmo assim ficar na dúvida, se espelhe em um dos grandes nomes da música citados acima para chegar no modelo ideal.

Escolha entre acústico ou eletroacústico

Na procura por seu próximo instrumento, você deve ter esbarrado com opções acústicas e eletroacústicas. E deve estar se perguntando qual violão comprar entre essas duas opções…

Bem… primeiro é importante entender as diferenças entre eles. A principal nuance é que o eletroacústico possui um captador que permite conectá-lo a um amplificador para aumentar o volume e alterar o tom. Os violões eletroacústicos e acústicos têm o mesmo som quando desconectados. A segunda diferença é que, tudo mais constante, violões eletroacústicos sao um pouco mais caros do que suas versões acústicas.

No geral, a longo prazo, pode fazer sentido gastar um pouco mais e optar por um eletroacústico devido ao fato dele oferecer todas as qualidades de um acústico padrão, mas com a versatilidade adicional de ter um captador para reprodução amplificada.

Em tempo: Não deixe que essa questão da amplificação seja um fator limitador para sua escolha, pois um violão acústico pode ser amplificado, entre outras formas, com um microfone posicionado próximo à boca do instrumento e a qualidade do som permanece excelente. 

Decida se quer seu violão com ou sem cutaway

Antes de mais nada, um cutaway na construção de um violão é um entalhe (ou reentrância) no corpo do instrumento próximo ao braço, projetado para permitir um acesso mais fácil aos trastes superiores, isso ajuda na hora de tocar solos e fazer dedilhados usando as casas mais agudas do violão.

Quando se cria um cutaway no corpo do violão, estamos diminuindo a área do corpo do violão e mudando a física aplicada àquele instrumento. Então, como existe menos espaço pro ar circular e menos madeira para ressonância, há uma diferença de som entre um violão com cutaway e um sem.

Violões sem cutaway tendem a ter melhores graves e melhor volume e um som geral mais cheio. Violões com cutaway tendem a ter um tom um pouco mais agudo e produzem um som mais brilhante – todo o resto sendo igual.

Mas o fator decisivo na escolha deve ser o estilo de playing que você pretende se dedicar. Se quiser fazer mais levadas, no estilo “voz e violão”, opte pelos sem cutaway. Se quiser fazer solos, voicings e usar slides, opte pelos violões com cutaway.

Conheça as marcas de violão

Não decida qual violão comprar sem antes pesquisar as marcas existentes e saber quais  delas produzem os melhores violões dentro de cada faixa de preço.

Aqui no Resenha Sonora, a gente sempre aconselha que o músico adquira um instrumento que o instigue a tocar. Isso significa que o violão tem que ter boa sonoridade, tocabilidade, durabilidade e uma boa aparência – esse último pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes. 

Embora um violão com aparência bacana não torne você um melhor instrumentista diretamente, ele aumentará a probabilidade de você pegá-lo e praticar – o que indiretamente vai ajudar você a se tornar um músico mais habilidoso. Você tem que gostar do seu instrumento, e a marca do violão realmente não importa aqui.

Fora a aparência, o som, a tocabilidade e a durabilidade do violão são itens que são afetados pela qualidade dos materiais e cuidado na construção do violão, e as marcas de renome são praticamente uma garantia de que você terá um instrumento que una todos esses quesitos.

Um outro fator que conta a favor de instrumentos com marcas confiáveis é o fato dessas grifes manterem o preço de revenda mais valorizado caso você decida se desfazer do violão.

Abaixo seguem algumas marcas que você pode confiar de olhos fechados:

  • Yamaha
  • Fender
  • Takamine
  • Martin & Co.
  • Ibanez
  • Taylor
  • Di Giorgio
  • Tagima
  • Giannini
  • Crafter
  • Strinberg

Leia reviews e avaliações sobre os violões

As avaliações se tornaram uma fonte primária de informação que os consumidores usam para decidir onde, o que e quando comprar. De acordo com um estudo feito junto a consumidores, 95% disseram ler avaliações online antes de tomar uma decisão de compra de produtos e serviços. E 92% dos clientes confiam mais nas avaliações feitas por outros consumidores, se comparado a propagandas e anúncios patrocinados.

Se você quer ter certeza de qual violão comprar e quer fazê-lo do conforto do seu lar, faça esse deverzinho de casa e leia as avaliações nos sites, além de assistir e ler reviews em sites especializados como o Resenha Sonora :).

Reviews e avaliações não apenas podem dizer se vale a pena comprar o violão ou não, mas também podem fornecer informações sobre quais recursos são mais importantes e por que certos problemas de regulagem ou até mesmo relacionados ao atendimento ao cliente foram enfrentados por pessoas que já compraram aquele violão anteriormente.

Qual violão comprar: novo ou usado?

Escolher entre um violão novo ou um usado é uma decisão importante a ser tomada.

Muitos músicos optam por comprar violões novos porque sabem que a chance de terem uma dor de cabeça com o equipamento zero é bem baixa. Os trastes devem estar em perfeitas condições, a madeira não vai ter desgastes e não deve haver nenhum outro problema.

A compra de violões usados aumenta o risco de que haja algo errado com o instrumento. Desgastes ou problemas estruturais escondidos podem significar que você vai precisar fazer reparos ou ajustes depois de comprá-lo.

Se você comprar um violão novo, não precisa se preocupar com esse tipo de problema. Se um problema aparecer, você poderá levar o instrumento de volta à loja para que eles consertem (ou troquem) se estiver na garantia.

Comprar um violão zero faz ainda mais sentido se você não souber como fazer reparos ou não quiser lidar com possíveis problemas que às vezes aparecem em instrumentos usados.

Se você está começando a aprender violão, você pode ainda não ter o olhar “cirúrgico” para detectar um problema sério com o violão e o vendedor pode não querer apontar isso para você.

A exceção à compra de um violão novo deve ocorrer se você tiver de frente com uma oportunidade incrível – o dono do instrumento precisar vender um excelente instrumento a um preço baixo porque precisa da grana ou se for um item raro que você só vai conseguir usado.

Qual violão comprar? Lista de sugestões

Violão Clássico Nylon – Giannini N-14

O Giannini N-14 é o violão mais vendido do mercado. Seu fabricante vende instrumentos musicais desde 1900, produzindo itens que todo brasileiro conhece. Esse é um instrumento da série Start, a linha de entrada de violões da Giannini – focada nos músicos iniciantes. É um instrumento de shape clássico e com cordas de nylon. Considerando os violões de boa qualidade, esse é o mais barato que você vai encontrar.

Violão Clássico Nylon Eletroacústico – Yamaha CX40 II

A Yamaha é uma das marcas mais conhecidas no mundo dos instrumentos musicais. O nível de qualidade encontrado no violão Yamaha CX40II faz juz à fama de seu fabricante. Este instrumento oferece excelente desempenho, com tocabilidade e som incríveis. Esse é também um violão clássico com cordas de nylon de tamanho completo. No entanto, esse é um eletroacústico, podendo ser tocado plugado a amplificadores.

Vioão Dreadnought Aço Eletroacústico – Giannini Gd-1 Eq

Esse é o Dreadnought mais vendido do Brasil e não é à toa. Ele é fabricado pela Giannini, que entrega instrumentos de altíssima qualidade a preços justos. O Gd-1 Eq é um instrumento com cordas de aço e é eletroacústico – pode ser amplificado. É um instrumento da série Performance, que além de ser um sucesso de vendas, traz uma versatilidade incrível pra essa faixa de preço.

Violão Folk Aço Eletroacústico c/ Cutaway – Fender CD-60SCE

A Fender dispensa apresentações. É uma das marcas de guitarra, violão, baixo e amplificadores mais aclamadas do planeta. Combinando uma discreta e poderosa eletrônica integrada – incluindo um afinador embutido – com ótimo som e tocabilidade, o CD-60SCE está pronto para ser tocado com ou sem amplificador e dar um show em ambos os cenários. Ele vem com um cutaway que dá acesso às notas mais agudas e tem um braço fácil de tocar.

Violão Jumbo Aço Eletroacústico c/ Cutaway – Strinberg SJ 200

Esse violão é fabricado pela Strinberg, uma marca que une o controle de qualidade americano com a musicalidade brasileira e que faz violões de primeira. O SJ200 é um Jumbo que tem o tamanho da caixa ressonante completa, levando o “bicho” a falar muito alto e com um som lindo. Pelo tamanho, não é aconselhável para crianças nem pessoas de baixa estatura. O braço é extremamente confortável de se tocar. Ele vem equipado com um captador de fábrica e quando plugado é possível brincar com o equalizador e “passear” por uma extensa gama de sons.

Posts relacionados

Deixe um comentário